Menu

                          Visite o Blog

                          Visite o Blog

Alguns pessoas têm encontrado dificuldade para comprar o Mestinon em diversas cidades do Brasil.

A ABRAMI entrou em contato com o Valeant Farmacêutica, que respondeu prontamente, informando tratar-se de um problema temporário.

Resposta MestinonComo esse medicamento é essencial para os miastênicos, vale a pena usar o bom senso, ou seja, deixar sempre uma caixa de sobra e evitar adquirir o medicamento sem real necessidade. Dessa forma, evitaremos um aumento repentino na procura e o produto talvez não falte nas prateleiras das drogarias.

Embalagem do MestinonA Abrami, sempre procurando atender as necessidades dos miastênicos, buscou uma solução rápida e efetiva para solucionar a dificuldade em encontrar e/ou comprar Mestinon na rede comercial nas mais diversas regiões do país.

Entramos em contato e a seguir apresentamos o comunicado oficial do Laboratório Valeant, o único a produzir esse medicamento no Brasil. Clique na imagem para ampliar a mensagem recebida em 24-05-2017:

Um serviço útil, que está disponível por telefone, tem ajudado muitos brasileiros a obter informações sobre doenças que são consideradas raras.

Síndrome chamada Cornélia de Lange, Polineuropatia Amiloidótica Familiar, Doença de Niemann-Pick, do tipo B. São nomes difíceis de doenças que às vezes nem os médicos sabem tratar e que colocam os pacientes, quase sempre, no mesmo drama que o Fábio, quando descobriu a doença da filha.

Na era das redes sociais, onde todos imaginam ter autoridade para divulgar informações sem base científica ou estudo prévio, buscar ajuda na internet sobre diagnósticos, pesquisas e tratamentos pode ser, muitas vezes, perigoso.

Para ampliar o conhecimento sobre o assunto, alertar autoridades públicas e a sociedade civil, além de ampliar a discussão, o Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência de São Paulo (CMPD-SP) em parceria com ONGs e instituições, promoveu o ‘Seminário Paulista de Doenças Raras’ nos dias 15 a 17 de fevereiro de 2017.

A Abrami, procurando sempre divulgar informações corretas sobre miastenia, marcou presença com a excelente palestra do Dr. Eduardo Estephan, que abordou o tema "Pesquisa Clínica e Miastenia".

Leia a notícia no jornal O Estado de S. Paulo

Ambulatório de Cuidados Integrativos

A Portaria nº 849/2017 publicada em 25/03/2017 ampliou a Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares (PNPIC), que, em conjunto com a Portaria nº145/2017 publicada em janeiro, ampliou o rol de procedimentos do SUS, incluindo práticas de arteterapia, meditação, musicoterapia e Reiki, dentre outras que fortalecem as Práticas Integrativas e Complementares (PICS) no SUS.

A Abrami tem a grata satisfação de contar com a parceria do Ambulatório de Cuidados Integrativos da Unifesp, que sob a coordenação da Profª Drª Sissy Veloso Fontes, vem desde 2012 atendendo pacientes com miastenia e outras doenças neuromusculares, assim como seus acompanhantes (familiares ou amigos).

Pesquisadores da Escola de Medicina de Perelman, na Universidade da Pensilvânia nos Estados Unidos, desenvolveram uma "vacina" de ação rápida que pode reverter o curso da doença em ratos, e eles esperam que ocorra o mesmo em seres humanos.

Jon Lindstrom, PhD, Professor Trustee, do departamento de Neurociências liderou o estudo, publicado na mais recente edição do Journal of Immunology, com o investigador sênior de pesquisa Jie Luo, PhD.