Eculizumab foi aprovado na União Europeia para tratamento de miastenia refratária

A MG é talvez uma das doenças neurológicas da qual mais se estuda a respeito da fisiopatologia.

Apesar disso, ainda não há um medicamento de controle da doença, mas sim, o medicamento mais usado que controla os sintomas.

Novas possibilidades farmacêuticas atuam em diferentes vias imunológicas. Exemplos de possíveis medicamentos que já estão em estudos clínicos para a utilização na miastenia gravis são: rituximab (atuando em células B), eculizumab (atuando na cascata de complemento). Outros medicamentos sugeridos são: daclizumab (atuando em células T), natalizumab (atuando na migração de linfócitos), assim como outras sugestões.

O Eculizumab, com o nome comercial de Soliris® foi aprovado em junho de 2017, na União Europeia para tratamento de pacientes com miastenia gravis refratária. Esperamos que em breve talvez teremos novidades aqui no Brasil.

Leia a notícia na íntegra: http://news.alexionpharma.com/press-release/product-news/alexion-receives-positive-chmp-opinion-soliris-eculizumab-treatment-patie

Um artigo publicado em 2012 menciona a pesquisa: http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/23252891