Hospital de Clínicas da UFPR - Curitiba/PR

Fachada e Placa incidativa do Hospital de Clínicas do Paraná

O Hospital de Clínicas da UFPR é totalmente público, 100% financiado pelo SUS. Não realiza qualquer atendimento particular ou via convênios. Dessa forma, todos os usuários do SUS devem seguir a seguinte regulamentação:
 
Para ser atendido:
1) Consulte um médico numa Unidade de Saúde de sua localidade;
2) Caso haja necessidade, a Unidade de Saúde agendará, via internet, a consulta no Hospital de Clínicas com um especialista da área, gerando o código de transação que autorizará seu atendimento com ele.
Obs.: O SUS não dá prioridades para Hospitais e/ou Profissionais, logo poderá ser agendado para qualquer Hospital e/ou profissional conveniado com vaga.

Leia mais...

Hospital das Clínicas - Ribeirão Preto/SP

O Hospital das Clínicas proporciona atenção à saúde para o tratamento de alta complexidade em nível ambulatorial e hospitalar, que compreende cuidados de prevenção, tratamento e reabilitação, de natureza clínica e/ou cirúrgica, serviços complementares de diagnóstico e tratamento, nas mais diversas especialidades médicas, incluindo miastenia.

Leia mais...

Setor Neuromuscular Unifesp (SP)

Fachada do Setor Neuromuscular da Unifesp

Setor de Investigação de Doenças Neuromusculares da Universidade Federal de São Paulo, ligado ao Hospital São Paulo, é também Centro de Referência Nacional para tratamento de miastenia.

Leia mais...

Hospital das Clínicas (SP)

Entrada do prédio dos Ambulatórios do Hospital das Clínicas (SP)

Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (Universidade de São Paulo) - HCFMUSP é considerado Centro de Referência Nacional, principalmente para diagnóstico diferencial de casos de alta complexidade, de doenças raras ou de acompanhamento mais especializado de pacientes que em outros serviços não seja possível.

O simples encaminhamento do médico, mesmo que por escrito, NÃO permite/garante que o paciente seja aceito para triagem. Os procedimentos são os indicados a seguir.

Leia mais...